Sustentabilidade

Certificação AQUA

O Sistema de Gestão de Bairro Sustentável é um documento de referência técnica de certificação de bairros e loteamentos, que tem como objetivo principal otimizar os esforços dos diferentes stakeholders envolvidos na criação, manutenção e melhoria contínua de um bairro sustentável.

O Processo de Certificação AQUA tem como principal objetivo a incorporação de critérios de sustentabilidade às edificações e consequentemente minimizar os impactos ambientais negativos das mesmas, potencializando a preservação ambiental dos locais onde as edificações são implantadas.

Atualmente, o Processo de Certificação AQUA, que vem sendo implementado no Brasil, baseia-se em modelo inicial proposto na França. Para que um empreendimento seja certificado precisa atender a 9 requisitos mínimos de sustentabilidade, sendo 7 obrigatórios e 2 opcionais escolhidos a partir de 5 critérios pré-estabelecidos.

O processo AQUA permite a utilização da Norma ISO 14001 para implementação da Gestão Ambiental do empreendimento.

A certificação Processo AQUA – Construção Sustentável baseia-se nos seguintes temas: A. Integração e coerência do bairro; B. Recursos naturais e qualidade ambiental e sanitária do bairro; e C. Vida social e dinâmica econômicas.

Objetivos

A implantação de um sistema de gestão do bairro/loteamento/condomínio permitindo fixar os objetivos ambientais e organizar o empreendimento para atendê-los, controlando os processos de realização operacionais.

A certificação é obtida é atingindo um perfil de desempenho com pelos menos 4 temas no nível Excelente, 5 no nível Superior e 8 no nível Bom, ou proporcionalmente aos temas aplicáveis conforme o escopo do empreendimento.

O perfil ambiental do bairro/loteamento/condomínio estabelecido pelo solicitante e verificado por meio de auditorias.

Por meio de um rigoroso trabalho, o Parque Ecotec Damha conquistou esta certificação em 2012. Para tanto, o além dos requisitos de sustentabilidade que já são incorporados pelo Parque, também é exigido às empresas, que serão implantadas todos os requisitos necessários para garantia da qualidade de bairro sustentável, o que representa um grande diferencial do mesmo em relação a outros parques tecnológicos existentes no Brasil, bem como à sede do Instituto Inova e ao CITESC.

No caso do Parque Ecotec Damha, foi definida a certificação AQUA Bairros na Fase de Operação, por incorporar a Norma ISO 14001 em seu processo de gestão.

O resultado deste trabalho pode ser identificado conforme o perfil abaixo, que classificou o Ecotec Damha:

A. Integração e a coerência do bairro

1. Território e o contexto local

SUPERIOR

2. Densidade

BOM

3. Mobilidade e acessibilidade

EXCELENTE

4. Patrimônio, paisagem e identidade

SUPERIOR

5. Adaptabilidade e potencial evolutivo

SUPERIOR

B. Recursos naturais e qualidade ambiental e sanitária do bairro

1. Água

BOM

2. Energia e clima

SUPERIOR

3. Materiais e equipamentos urbanos

NÃO SE APLICA

4. Resíduos

BOM

5. Ecossistemas e biodiversidade

EXCELENTE

6. Riscos naturais e tecnologias

BOM

7. Saúde

BOM

C. Vida social e dinâmicas econômicas

1. Economia do projeto

EXCELENTE

2. Funções e Plurabilidade

EXCELENTE

3. Ambiente e espações públicos

EXCELENTE

4. Inserção e formação

EXCELENTE

5. Atratividade, dinâmicas econômicas e estruturas de formação locais

EXCELENTE

Elementos Obrigatórios de sustentabilidade:

Desenvolvimento do projeto arquitetônico considerando as características específicas do local, orientação e volumetria da construção, aproveitamento dos recursos naturais passivos da energia solar, insolação, iluminação e ventilação adequada.

Controle do consumo de água através da adoção de torneiras e chuveiros com fechamento automático, sistemas de descarga com dois tipos de acionamento, entre outros.

Execução de bacia ou poço de infiltração de águas pluviais, de modo a propiciar a infiltração das águas de chuva, com volume mínimo de 4m³ (quatro metros cúbicos), conforme projeto aprovado pela Prefeitura Municipal.

Emprego de materiais, cores, elementos construtivos e paisagísticos adequados para a obtenção do melhor conforto ambiental (brises, isolantes térmicos, vegetação, entre outros).

Implantação de iluminação artificial adequada, que resulte em economia de energia elétrica.

Elaboração e implantação de plano de gestão dos resíduos gerados pelo processo industrial, em atendimento à NBR.

Seleção, para reciclagem, dos demais resíduos diários gerados pela empresa.

Elementos Opcionais de sustentabilidade:

Utilização de materiais e técnicas construtivas locais.

Reutilização da água “cinza” (proveniente da pia ou chuveiro) para fins permitidos por lei, conforme norma da ABNT.

Utilização de fontes de energias renováveis, como energia solar, eólica, entre outras.

Substituição dos sistemas construtivos e materiais de acabamento por outros que apresentem menor impacto ambiental ou por materiais recicláveis.

Reutilização da água pluvial para fins permitidos por lei, conforme norma da ABNT.